drakemberg

A visão longinqua daquela muralha, que corre de norte para sul ao longo da Africa austral,e à  qual nunca cheguei.ficou-me a recordação.assemelha-se,À  escarpa da chela,Angola,que tem a seus pés o deserto da namibia, que contempla, há¡ milhões de anos numa estenção de cerca de 150 kilometros.

sábado, abril 01, 2006

A Joia da Coroa de Portugal

Diziam que Lourenço Marques era linda Mas a Joia da coroa era Luanda. Esta Luanda que eu vi crescer e acompanhei até se transformar na linda cidade que aí vês.O local em que a partir de agora residia, ficava ao cimo da General Carmona,rua essa que neste momento descia.Cruzava ao fundo com a Brito Godins descia até às Hingombotas e ia desaguar calmamente na Mutamba,daí passàvamos pelo Carvalho e Freitas viràvamos à esquina e desaguàvamos directamente no Biker.Havia na baixa de Luanda, quatro cafés emblemàticos. O Polo Norte, o Gêlo, a Portugàlia,e o Biker. Cada um tinha o seu estilo. Mas, o Biker, era onde se faziam amigos do mesmo rol, pois quando se parava por lá, algo não corria bem na vida de cada um. Era lá que paravam os vadios,os desempregados,os paneleiros, as putas,os drogados,a liamba; circulava livre, era mesmo vendida pelas ruas assim como o tabaco de mascar em trança. Era Luanda no seu apogeu colonial. Era lá que me encontrava com o Peralta o lírico,o Rei de Sá cantor de tirolês,os irmãos Penas traficantes de Pantampô e pólvora, que se ia buscar ao alto mar,o Walter o cigano,e o Araújo compositor impressor, do Diàrio de Luanda. Aqui no Biker a bola de berlim estava garantida, era a entreajuda a funcionar. Os mil paus que encontrara no bolso do kispo, estavam no fim era assim que, se enfrentava a diversidade! Com calma e passo sereno, regressava sempre para cima entusiasmado e pronto a enfrentar mais um dia. Hoje, quando subia a General Carmona e quando passava pelo Nicola o Anjlo que lá se encontrava com amigos me chamou; havia muito tempo que não o via,ficou pesaroso e triste depois de saber a minha situação,deixou algo no ar como uma rèstea de esperança, que ia falar com uma pessoa e que, logo me daria resposta.Avancei dali para casa a assobiar tal era o fervor que irrompia do meu interior, isto eu não sentia há muito tempo.
Portugal não cumpre os preceitos democraticos em relação a 10% da sua população total refiro-me aos espoliados das antigas colónias.Sou pois um proscrito no meu pais há trinta e dois anos que sofro os efeitos da exclusão

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial