drakemberg

A visão longinqua daquela muralha, que corre de norte para sul ao longo da Africa austral,e à  qual nunca cheguei.ficou-me a recordação.assemelha-se,À  escarpa da chela,Angola,que tem a seus pés o deserto da namibia, que contempla, há¡ milhões de anos numa estenção de cerca de 150 kilometros.

segunda-feira, fevereiro 28, 2005

O Pesadelo

S.Tome.jpg
Com o barulho dos motores em movimento;Rumrum rumrum rumrum,Trum,tum trum tum tum,e seguia-se uma forte vivração.E assim continuou,até que adormeci!Adormeci e tive um pesadelo,que deve ter durado o tempo que estive a dormir.A tarimba em que adormeci ,eram estrados de madeira que serviam para depôr a carga.Nesse pesadelo revi meu pai.Ajoujado de carregos,trabalhando cruelmente,ao calor à chuva,coberto com uma serapilheira.Nas mãos costumava besuntá-las com sêbo,e calçava meias velhas para as proteger do frio.Mesmo assim as gretas eram enormes.Foi um escravo da era moderna.Já não se usava o chicote é certo e até se dava um salário.Eram onze os filhos que tinha para alimentar.A minha presensa nesta a terra a esse facto a devo.Quando ele para aliviar os ajoujos, mandou uma filha para o brazil,e três para Angola.Tinha pois o estatuto de colono.O Estado portugês numa política de colonização do território,pagava as despezas de transporte de ida;e garantia o regresso exigindo uma caução àquela època de cem contos implícita numa carta de chamada, que para o efeito se tinha de juntar ao processo.Me perdoa pai!Porque o fizeste com boa intenção,pois que a ideia era livrar-nos da fome que grassava em Portugal.Para mim acho que no momento do embarque no cais conde de Óbidos,no extinto vapor Quanza,e quando junto ao portaló,pois era o ponto mais alto do navio,devia ter caído e partido as pernas,o que me impediria de ter embarcado para essa terra.Tinha apenas desassete anos quando fui lançado nas incertezas da vida.

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Aprendi muito

4:52 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial