drakemberg

A visão longinqua daquela muralha, que corre de norte para sul ao longo da Africa austral,e à  qual nunca cheguei.ficou-me a recordação.assemelha-se,À  escarpa da chela,Angola,que tem a seus pés o deserto da namibia, que contempla, há¡ milhões de anos numa estenção de cerca de 150 kilometros.

sexta-feira, abril 08, 2005

Úau cá estou Luanda

Amanhecia em Luanda.Quàse há um ano que havia saído de cá.Na àgua o flip flop,dos roncadores e das palmetas era constante.Era costume vir para aqui à pesca nos momentos de lazer,a marginal a isso solicitava.Sobranceiro ao porto marítimo,erguia-se o barrocal!De côr ocre;autêntico cagadoiro colectivo de quem descia e subia por ali;e eram aos milhares.Pessoas e principalmente trabalhadores operàrios vindos do Sambizanga e do Marçal rumo ao trabalho que os esperava lá em baixo na marginal no porto na baixa etc.Era tambem a primeira impressão que se retinha quando se chegava a Angola por via marítima.Começàmos a acostar ao cais por volta das oito horas.No cais os guindastes aprumados pareciam figuras fantasmagóricas;assim como o sargento que no cais nos aguardava afim de nos encaminhar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial